Governo assina acordo com a Nasa para levar primeira mulher à Lua

Brasil é o único país da América Latina a entrar para a lista de parceiros do Programa Artemis, que prevê também missão a Marte

Por Hora H 15/06/2021 - 16:21 hs
Foto: Reprodução TV
Governo assina acordo com a Nasa para levar primeira mulher à Lua
cBolsonaro e Marcos Pontes assinam adesão do Brasil ao projeto Artemis, da Nasa

O presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, formalizaram, na manhã desta terça-feira (15), o Acordo Artemis, programa da Nasa (Agência Espacial Americana) que pretende levar a primeira mulher e o próximo homem à Lua, em 2024. 

A solenidade de assinatura da cooperação espacial contou também com a participação presencial do ministro das Relações Exteriores, Carlos Alberto França, e do embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman, que anunciou recentemente que vai se aposentar.

Conforme o governo federal, a iniciativa conta com colaboração de parceiros comerciais e internacionais e prevê duas missões antes do pouso na superfície da Lua. 

O Brasil é o único país da América Latina e o 12º no mundo a entrar para a lista de parceiros até o momento. O acordo foi assinado por oito nações em seu lançamento (Austrália, Canadá, Itália, Japão, Luxemburgo, Emirados Árabes Unidos, Reino Unido e EUA) e teve a adesão também de Coreia do Sul, Nova Zelândia e Ucrânia.

Vale ressaltar que não há brasileiros no grupo de astronautas que compõem a missão espacial. 

"O Brasil vai mostrar seu valor agora no Artemis. Não só por levar a primeira mulher ao espaço, mas também pelo que podemos trazer do espaço para aplicarmos aqui na Terra. Perdemos tempo no passado com questões ideológicas, como, por exemplo, uma base de Alcântara que ficou parada duas décadas no Congresso", disse Bolsonaro.