China 'encobriu' casos de coronavírus em Wuhan, diz cientista que investigou origem da pandemia

Em entrevista à BBC, Yuen Kwok-yung alegou ter alertado governo chinês em 12 de janeiro sobre suspeita de transmissão humana da covid-19, mas seus avisos não teriam sido divulgados até 19 de janeiro

Por Hora H 28/07/2020 - 16:11 hs
Foto: BBC
China 'encobriu' casos de coronavírus em Wuhan, diz cientista que investigou origem da pandemia
Denúncia contradiz versão oficial do governo chinês

Autoridades chinesas foram avisadas de que o novo coronavírus poderia se espalhar entre os seres humanos no início de janeiro, mas não informaram o público por uma semana, segundo uma denúncia revelada ao programa Panorama, da BBC.

O professor Yuen Kwok-yung, de Hong Kong, alegou ter alertado o governo em 12 de janeiro sobre a suspeita de transmissão humana da covid-19, mas seus avisos só foram divulgados uma semana depois, em 19 de janeiro.

Yuen, que ajudou a identificar um surto de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars, na sigla em inglês) em 2002, diagnosticou uma família de sete pessoas com o novo coronavírus em Shenzhen, a 1,1 mil quilômetros de Wuhan, o primeiro epicentro da pandemia.