Ipiaú: professor promove doutrinação ideológica em atividade escolar

Revoltados, pais denunciaram atividade que caluniava o presidente Bolsonaro

Por Hora H 10/07/2020 - 19:54 hs
Foto: Reprodução/Whatsapp
Ipiaú: professor promove doutrinação ideológica em atividade escolar
Professor da Rede Pública de ensino em Ipiaú promove doutrinação ideológica em atividades escolares

Um professor da Rede Municipal de Ensino da cidade de Ipiaú, no Sul da Bahia, elaborou uma atividade escolar com fins políticos, para estudantes do 8º ano do Colégio Ângelo Jaqueira. O conteúdo dos exercícios tinha conteúdo calunioso, ofensivo e ridicularizante à figura do Presidente Bolsonaro, além de acusações ao Senador Flávio Bolsonaro.


Imagens da apostila foram registradas na última quarta-feira, pelo pai de um aluno  após o filho pedir ajuda em uma das questões.

Por conta da pandemia, as aulas presenciais estão suspensas desde março, no entanto, as atividades escolares são enviadas semanalmente aos estudantes da rede pública de ensino de Ipiaú.

Ao menos três questões do caderno de atividades pedagógicas referencem-se de maneira pejorativa e caluniosa ao atual governo.

Em uma delas, através de uma charge, o professor pergunta qual a ligação de Queiroz com o “suquinho de laranja” oferecido por um garçom no Planalto e recusado pelo presidente Jair Bolsonaro. Uma das opções para a resposta certa sugere: “Por ser funcionário do gabinete de Flávio Bolsonaro, filho do presidente, quando era deputado pelo Rio de Janeiro, Queiroz é considerado laranja de Flávio.