Ex-secretário de Cristina Kirchner é encontrado morto na Argentina

Fabián Gutiérrez, que testemunhou em processo contra a vice-presidente, foi assassinado, um crime que a polícia diz não ter ligação com a política

Por Hora H 06/07/2020 - 17:18 hs
Foto: Reprodução TV
Ex-secretário de Cristina Kirchner é encontrado morto na Argentina
Secretário havia testemunhando contra Cristina Kirchner em processo de corrupção

Fabián Gutiérrez, 47, ex-secretário da vice-presidente da Argentina, Cristina Kirchner e de seu marido, Néstor, foi encontrado morto no último sábado (4) em uma casa na cidade de El Calafate, na província de Santa Cruz, no sul do país.

Gutiérrez, que foi secretário de Néstor e Cristina Kirchner durante os mandatos do casal de ex-presidentes e se afastou do governo em 2010, era um dos principais colaboradores da Justiça em um processo que investigava Cristina por corrupção.

Isso fez com que a coligação "Juntos Por El Cámbio", do ex-presidente Maurício Macri, derrotado pela chapa de Cristina na eleição do ano passado, pedisse uma investigação federal. Segundo eles, o assassinato poderia ter ligação com o processo movido contra Kirchner. O presidente Alberto Fernández chamou a acusação de "escandalosa".

A polícia e a justiça de Santa Cruz, no entanto, negam a possibilidade de crime político. 

O corpo de Gutiérrez foi encontrado enterrado nos fundos de uma propriedade rural em El Calafate, após dois dias de busca. Ele tinha sinais de violência e tortura e diversas marcas de facada. 

Segundo a polícia, ele foi morto na casa onde estava morando desde o início da quarentena nacional por conta do coronavírus e o cadáver foi levado em seu próprio carro para o local onde foi encontrado.